Deadpan: Retrospecto mais que positivo em 2016

A banda de Death Metal DEADPAN teve um ano daqueles! Desde o lançamento do bem recebido “In Aliens We Trust”, o grupo oriundo de Florianópolis/SC não parou, com shows por quase todo o Brasil e também no exterior a banda levou o debut EP em diversos lugares do país.
Mas o retrospecto positivo não fica somente pelos shows executados, já que a banda tem recebido inúmeras críticas positivas sobre o EP, e essas críticas não se limita só no Brasil. Confira alguns trechos de sites falando sobre o “In Aliens We Trust”:
“este trio brasileiro oferece um Death Metal muito técnico e progressivo.” - Musical News (ITA): http://www.musicalnews.com/articolo.php?codice=33187&sz=4
“Vocais ríspidos, uma guitarra que despeja riffs absurdamente pesados e uma parte rítmica que não só se mostra muito técnica, como consegue dar grande diversidade aos 6 temas presentes no EP.” - A Música Continua A Mesma: http://musicacontinuaamesma.blogspot.com.br/2015/09/deadpan-in-aliens-we-trust-2015-ep.html
“É um disco atrativo, divertido, fácil de escutar, seu conteúdo é interessante e sua apresentação muito profissional, bonita e completa.” - The Resistance Webzine (CHI): http://www.theresistance.cl/2015/08/cd-review-deadpan-in-alien-we-trust-2015.html
Confira o clipping completo e semanalmente atualizado, com todos os links de reviews, entrevistas e matérias especiais: http://www.sanguefrioproducoes.com/upload/clipping/Deadpan.pdf
Vale também ressaltar alguns destaques do DEADPAN na revista Roadie Crew – a maior do Brasil na atualidade – totalizando três aparições, sendo uma importante e esclarecedora entrevista.
Confira todas as datas de 2016 da “In Tour We Trust”: http://bit.ly/Deadpan
Contato para shows e assessoria: www.sanguefrioproducoes.com/contato
Fonte: Sangue Frio Produções
Deadpan: Retrospecto mais que positivo em 2016 Deadpan: Retrospecto mais que positivo em 2016 Reviewed by Sangue Frio Produções on 15:49:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Imagens de tema por follow777. Tecnologia do Blogger.